X
Assinatura de Newsletter

BOAS PRáTICAS DE SEO NO MARKETING DE CONTEúDO

Terceiro artigo da série 'O Conteúdo que te Faz Vender Todos os Dias'.

Esse artigo mostra o que você precisa saber para ter um conteúdo 100% otimizado para o mecanismo de buscas, você vai entender como fazer para que o Google encontre seu artigo e de destaque a ele.

O SEO, sigla em inglês de Otimização para mecanismos de busca, pode ser explicado como um conjunto de ações feitas com o propósito de tornar um site mais relevante, ao usuário do Google. Isso quer dizer que, quando um endereço virtual atende todas as regras de SEO e disponibiliza para o seu público um conteúdo aprofundado sobre seus temas, com links internos e externos para navegação, o Google entende que, de fato esta URL merece aparecer nas primeiras posições da busca sobre o tema que aborda, o que é ótimo para qualquer empresa.

Por isso, algumas das estratégias de SEO compreendem a criação de conteúdo amplo, aprofundado e dessa forma, um site ou blog que trata de um único assunto de forma completa, tende a receber um ranqueamento muito melhor, do que um site que oferece diferentes artigos sobre temas muito variados, por exemplo.

A seguir, veja algumas ações que elevam o ranqueamento de um site: 

         Otimização da plataforma do site.

Tenha uma URL limpa, que mostre palavras ao invés de códigos e verifique se a versão mobile está responsiva.

Se tem um carregamento rápido e se é fácil navegar por ela. 

         Artigos que tratem do tema base de forma completa.

Como se sabe, o Google relaciona os assuntos através da repetição de palavras-chave, mas isso não basta para que um artigo seja categorizado como relevante. 

Por exemplo, imagine que alguém poste um texto curto, onde a palavra “carro” seja repetida mais de trinta vezes. 

Pode parecer que isso resultaria num bom ranqueamento relacionado ás pesquisas de compra de automóveis, mas o Google é mais inteligente do que isso, e se não perceber no conteúdo outras palavras relacionadas ao tema, como: “volante”, “IPVA” “automotivo” entre outras, ele simplesmente ignorara o artigo repetitivo e em seu lugar posicionará um site onde a informação apareça de maneira mais completa. 

         Textos com cabeçalho

Para facilitar que o usuário encontre a resposta que precisa no seu artigo, use palavras chaves nos cabeçalhos dos seus textos e pense em quem vai ler este conteúdo.

Ele está interessante? É fácil assimilar a ideia? 

         Use links

Usar links ao longo dos artigos do seu site, faz que o usuário tenha interesse em navegar por outros conteúdos já postados e assim considere a sua página mais interessante e volte sempre que tiver uma dúvida. 

Os links externos, que fazem o usuário sair do seu site, servem para que o Google relacione o seu conteúdo à outros mais respeitados e  também agregam valor. 

         Prepare o ambiente

O site precisa estar preparado para que o usuário se sinta bem recebido e ao mesmo tempo tenha vontade de interagir com a plataforma. 

Lembre-se de usar cores que despertem uma sensação agradável, e evite o vermelho ou laranja piscantes, que frequente estão relacionadas a anúncios de promoções. Estas cores transmitem a sensação de urgência e podem fazer com que o leitor deixe depressa a sua página. 

Também é importante que os botões de compra e cadastro estejam visíveis e fáceis de acessar. 

         Paciência

Este é um ingrediente essencial para quem quer investir em conteúdo SEO.

Entenda que para obter o sucesso e angariar seguidores a alimentação do site precisa ser constante e perdurar por algum tempo. A média para que empresas se solidifiquem no ambiente virtual varia de um a dois anos, mas os resultados podem chegar um pouco mais rápido quando se investe no chamado “conteúdo viral”

A importância do conteúdo compartilhável

Centenas, talvez até milhares de pessoas compartilhando uma única postagem, teste, imagem ou vídeo. 

Quem nunca navegou pelas redes sociais e notou o mesmo texto ou imagem compartilhado repetidamente, que atire o primeiro deslike. 

O conteúdo viral é justamente a informação que se espalha rápido, e pode atingir em pouco tempo uma grande massa de pessoas. 

Como se pode imaginar, para empresas que precisam de divulgação, essa é a melhor maneira de propagar uma nova ideia ou serviço de forma barata, já que a necessidade de impulsionamento é apenas inicial e o alcance inimaginável. 

Mas criar conteúdo compartilhável pode não ser tão fácil quanto se imagina, afinal, o público é implacável e as melhores ideias não partem das máquinas e estratégias pré estabelecidas. 

Esse tipo de conteúdo precisa de um olhar humano e empático, aliado ao interesse pelas novas tendências.

Conteúdo humorístico e de entretenimento.

Em redes sociais como o Facebook e twitter, por exemplo, os conteúdos que fazem mais sucesso são frequentemente os relacionados ao humor. São imagens e vídeos com pouca legenda e muita ironia, que conseguem abranger uma quantidade massiva de pessoas em um tempo bastante curto. 

Mas isso não significa que o site da sua empresa precise fazer piadas e memes a todo momento. 

Afinal de contas, é importante transmitir conhecimento, e nem todos os perfis e temas permitem uma abordagem que tenda para o cômico. Mesmo assim tenha em mente que no ambiente das redes sociais, um conteúdo pode ser melhor aceito quando conversa com o usuário de forma leve e descontraída. 

Por isso, quem cria para esses ambientes precisa observar esse trabalho com o olhar do leitor, e para não pecar para mais ou para menos, deve fazer a si mesmo as seguintes perguntas: 

         Se eu tivesse dúvidas sobre este assunto, este conteúdo teria me ajudado?

         Este conteúdo poderia me ofender de alguma forma?

          Este conteúdo desperta a minha vontade de mostrá-lo a alguém? 

Estas perguntas são importantes para que se possa  criar com relevância e antes de qualquer coisa, com respeito, afinal, o conteúdo negativo também se espalha rápido e é imperioso evitar que isso ocorra. 

O lado ofensivo da força

A boa fama na internet abre portas, mas a fama negativa pode causar prejuízos absurdos. Por isso, antes de postar é essencial ponderar se o seu público-alvo ou possíveis clientes, poderiam se ofender com ele. 

Por exemplo, se a sua empresa deseja oferecer a venda de determinada classe de alimento, pode não ser interessante fazer algum tipo de piada relacionada à outras opções alimentares, afinal de contas, isso pode gerar uma onda de comentários raivosos dos adeptos de alimentos diversos, além de dificultar que este grupo queira experimentar o seu serviço no futuro.

Invista em conteúdo relevante, sempre aliado à pesquisa e não deixe de acompanhar as atualizações da nossa plataforma para receber mais novidades sobre o mundo do marketing digital e conteúdo.







Deixe seu comentário

 
117 Projetos Concluidos
36 Clientes Felizes
8265 Xícaras de Café
312 Reuniões Produtivas
Faça com que sua empresa seja vista

Conte conosco para fazer suas vendas decolarem!

Cadastre seu email e receba um conteúdo rico para te ajudar a decolar!

 
 
FbeSeen no acebook beSeen no Twitter beSeen no Google Plus beSeen no YouTube beSeen no Instagram
© 2019 - beSeen - Agência Digital
Avenida Presidente Vargas, 824, 17º Andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ CEP 20071-001 Telefone: (21) 2184-7301, WhatsApp: (21) 7110-7027
WhatsApp - beSeen